mascara

Em dia especial, biológa de MS vira personagem da Turma da Mônica

Hoje é celebrado o Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência e Neiva Guedes ganhou um card de Mauricio de Sousa

11/02/2020 20h01
Por: Redação
Fonte: campograndenews
199
Ilustração feita por a Mauricio de Sousa Produções no projeto Donas da Rua da Ciência. (Divulgação)
Ilustração feita por a Mauricio de Sousa Produções no projeto Donas da Rua da Ciência. (Divulgação)

A bióloga, pesquisadora e professora de Mato Grosso do Sul Neiva Guedes acordou com uma surpresa nesta terça-feira (11). Ela virou personagem da Turma da Mônica em homenagem da Maurício de Sousa Produções no Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência, celebrado hoje.

Artes

11/02/2020 16:10

Em dia especial, biológa de MS vira personagem da Turma da Mônica

Hoje é celebrado o Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência e Neiva Guedes ganhou um card de Mauricio de Sousa

Thailla Torres

 

 

Imprimir Enviar por E-mail 

Ilustração feita por a Mauricio de Sousa Produções no  projeto Donas da Rua da Ciência. (Divulgação)

Ilustração feita por a Mauricio de Sousa Produções no projeto Donas da Rua da Ciência. (Divulgação)

A bióloga, pesquisadora e professora de Mato Grosso do Sul Neiva Guedes acordou com uma surpresa nesta terça-feira (11). Ela virou personagem da Turma da Mônica em homenagem da Maurício de Sousa Produções no Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência, celebrado hoje.

 

PUBLICIDADE

“Fiquei muito feliz. Eles fazem parte da minha adolescência”, disse Neiva ao Lado B. “Esse dia especial criado é importante e me sinto honrada por estar levantando essa bandeira para futuras cidadãs cientistas. Vejo que nós temos um talento imenso e não somos incentivadas ou reconhecidas”, completa.

 

A imagem faz parte do projeto Donas da Rua da Ciência, criado para resgatar a trajetória de pesquisadoras e cientistas de destaque. Marie Curie, Ada Lovelace, Bertha Lutz, Katherine Johnson e Katie Bouman são algumas cientistas que já foram homenageadas pelo projeto. A sul-mato-grossense criou projeto que ajuda a tirar a arara azul, um dos símbolos do Pantanal, da lista de animais em extinção.

 

Neiva é natural de Ponta Porã, mestre em Ciências Florestais e doutora em Zoologia. Ela é pesquisadora e professora do mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional da Uniderp e presidente do Instituto Arara Azul que existe há 30 anos. 

 

Com a produção de ninhos artificiais, manejo de ovos e filhotes, Neiva garantiu envolvimento da população e divulgou a importância de manter as araras livres na natureza. Desta forma, conseguiu que esses animais voltassem a ser comuns em várias regiões do Pantanal e do Estado.

 

Segundo entrevista da diretora executiva da Maurício de Souza Produções, Mônica Sousa, à revista Galileu, “é necessário trazer visibilidade para ações que tragam benefícios, não apenas locais, mas para a humanidade”, afirmou. “É com muito orgulho que homenageamos a pesquisadora que segue na linha de frente lutando pela conservação do nosso meio ambiente. Enaltecer o papel das mulheres no campo da ciência é muito importante para inspirar meninas e mulheres que são apaixonadas pela área”, completa a diretora.

Neiva é natural de Ponta Porã, mestre em Ciências Florestais e doutora em Zoologia.
Neiva é natural de Ponta Porã, mestre em Ciências Florestais e doutora em Zoologia.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.