Tarde Demais

Hospital Regional de Ponta Porã (MS) implanta sistema de chamada nas enfermarias

Sistema promove agilidade no atendimento e permite que paciente acione equipe de enfermagem por meio de campainha nos leitos

21/03/2020 13h08
Por: Redação
Fonte: Hospital Regional de Ponta Porã (MS)
89

Foram instaladas 61 campainhas eletrônicas nos leitos das enfermarias da ortopedia e clínica médica do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS). O sistema faz parte das medidas de segurança do paciente e permite que o mesmo acione a equipe de enfermagem do próprio leito. Ao acionar a campainha, uma luz é acesa na porta da enfermaria e simultaneamente sinalizada no monitor do posto de enfermagem indicando o chamado. O hospital é gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

 

“Essa medida vem humanizar ainda mais a assistência de enfermagem ao paciente, promover agilidade no atendimento e prevenir acidentes, visto que somos um hospital que faz parte do Programa Paciente Seguro. Ao ser acionada, a campainha acende e emite um aviso sonoro e no monitor central. O profissional acionando a tecla no leito do paciente, acende a lanterna com cor correspondente à sua presença naquele quarto”, explicou a gerente de enfermagem, Edna Cândido.

 

Edilson Rodrigues Martines, 24 anos, que estava internado na clínica ortopédica, após ter passado por cirurgia no fêmur, elogiou o sistema de chamada. “Ótima iniciativa para os pacientes que não conseguem se locomover, além de ser mais seguro e evitar quedas”, disse.

 

Para Regina Insfran Bernardes, 55 anos, o sistema auxilia pacientes sem acompanhantes. “A campainha é eficaz, assim que apertamos o botão o enfermeiro vem rapidamente atender, ótimo para quem está sem acompanhante no quarto”, contou.

 

Paciente Seguro – O Hospital Regional de Ponta Porã é um dos três hospitais do Mato Grosso do Sul que integra o projeto Paciente Seguro. A iniciativa é coordenada pelo hospital de excelência Moinhos de Vento, em parceria com o Ministério da Saúde por meio do PROADI-SUS. Uma das medidas do programa é promover ações para a implantação de práticas seguras.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.