coronavirus2

“Cavalo doido” abandona maconha com código de facção criminosa

Tabletes transportados em Ford Ka estavam identificados com a palavra “Playboy” e os números “1533”, código do PCC

21/05/2020 13h51
Por: Redação
Fonte: campograndenews
46
Tabletes de maconha identificados com código do PCC apreendidos hoje em Dourados (Foto: Adilson Domingos)
Tabletes de maconha identificados com código do PCC apreendidos hoje em Dourados (Foto: Adilson Domingos)

Tabletes de maconha identificados com a palavra “Playboy” e a numeração 1533, código da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), foram apreendidos hoje (21) na MS-162, distrito de Picadinha, em Dourados. A carga, ainda não foi pesada, mas estimada em meia tonelada, estava em um Ford Ka branco abandonado pelo motorista, chamado na gíria policial de “cavalo doido”

A apreensão foi feita por policiais militares rodoviários após a equipe parar um Gol com placa de Ponta Porã, conduzido por adolescente de 17 anos de idade, que viajava na companhia de uma mulher de 23 anos. O casal não soube explicar o motivo da viagem e por fim o rapaz confessou que fazia o serviço de batedor para carga de maconha.

Em seguida os policiais tentaram abordar o Ford Ka, mas o motorista fugiu em alta velocidade, entrou em uma lavoura de milho na beira da estrada e abandonou o carro com a droga.

Residente no Jardim São Rafael, em Ponta Porã, o adolescente confessou ter sido contratado por R$ 700 para servir de batedor para a carga de maconha. A mulher, moradora no bairro Marambaia, em Ponta Porã, alegou não saber da droga e que apenas pegou carona com o rapaz, para vir ao médico em Dourados. O caso foi levado para a 1ª Delegacia de Polícia Civil em Dourados. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.