virar o jogo - gov

Com 666 novos casos de covid-19, Saúde pede para que pública faça testes

Secretário disse que baixa testagem passa a sensação de que casos diminuiu

16/09/2020 12h50
Por: Redação
Fonte: correiodoestado
86
Secretário de Saúde disse que agendamentos nos drives-thrus diminuíram - Foto: Bruno Henrique / Arquivo / Correio do Estado
Secretário de Saúde disse que agendamentos nos drives-thrus diminuíram - Foto: Bruno Henrique / Arquivo / Correio do Estado

Mato Grosso do Sul teve 666 novos casos confirmados e 16 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo boletim divulgado hoje pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Média móvel dos últimos sete dias é de 802,57 casos por dia e 16,43 mortes diárias, considerados como estabilizado em patamar alto pelo secretário de Saúde do Estado, Geraldo Resende.  

Secretário chamou a atenção para uma queda no número de testes realizados em todo o Mato Grosso do Sul e também nos agendamentos dos drive-thrus.

Segundo ele, a falta de testes passa a sensação de que há decréscimo de casos no Estado, quando na verdade a transmissibilidade e circulação do vírus alto.  

“Quanto mais testes coletarem, o melhor para o diagnóstico, melhor para que faça o monitoramento dos casos e o rastreamento de contatos, para diminuir a taxa de contágio”, disse.

 

Resende ressaltou que o governo tem duas novas máquinas para análise dos testes, com capacidade de até 1,8 mil análises das por dia, com resultado em até 72 horas.  

Além disso, os 79 municípios do Estado receberam insumos e material para a coleta do RT-PCR, além de testes rápidos.

“Se passar a percepção de que uma população não deve fazer testes e procurar unidades, a situação vai continuar por muito tempo”, disse Resende.

Secretária adjunta de Saúde, Christine Maymone, ressaltou que os municípios devem orientar uma população que apresentarem sintomas ou sair do contato com casos confirmados a procurarem a realização de exames.

“Nossas estratégias de drive-thru e unidades de saúde estão aptas a coleta do RT-PCR e você pode, já a partir do primeiro sintoma, procurar uma unidade para fazer teste”, explicou.

Ela pediu também que a população continue com medidas de distanciamento social e uso de máscaras, pois a taxa de contágio está em 1,06, acima da média nacional, que é de 0,99%.

O Estado soma 60.963 casos confirmados desde o início da pandemia, com 54.371 destes recuperados.

Dos casos ativos, 474 estão internados em leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A taxa de letalidade se mantém em 1,8%, com o total de 1.112 óbitos.

Das 16 novas mortes, oito foram em Campo Grande, duas em Ladário e uma em Nova Alvorada do Sul, Ivinhema, Chapadão do Sul, três Lagoas, Corumbá e Cassilândia.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.