Epidemia Dor

Polícia encontra homem ajoelhado e evita outra execução na fronteira

Fugitivo da Justiça, paraguaio foi sequestrado e levado para “acerto” com outros bandidos

14/10/2020 17h17
Por: Redação
Fonte: campograndenews
366

O paraguaio Favio Derlis Bruno Arevalos foi salvo da morte por policiais nesta quarta-feira (14) em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande. O fato é inusitado na Linha Internacional, onde seis pessoas foram executadas entre a noite de domingo e ontem. 

Sequestrado por dois bandidos armados, ele foi resgatado no momento em que estava ajoelhado na frente a seus algozes. Os policiais suspeitam que ele seria morto no chamado “acerto de contas do crime”, motivo de muitas execuções na fronteira.

Conforme o Departamento de Investigações da Polícia Nacional, Favio foi levado de uma oficina e lavagem de carros por volta de 12h40. Informados do sequestro, os policiais conseguiram chegar ao endereço na Rua Blas Garay com Cerro Leon.

Na casa foram presos Santiago Deleon Acosta, 34, residente no local, e Nicolas Acosta Alcorta, 41, residente em Iby Yaú, no Departamento (equivalente a Estado) de Concepción. O promotor de Justiça Marcos Amarilla coordenou a operação.

Com os dois sequestradores foram apreendidos uma caminhonete Toyota Hilux, uma pistola Glock 9 mm de fabricação austríaca com 14 cartuchos, dois celulares e documentos.

Assim como os sequestradores, Favio Arevalos era procurado por ordem judicial e também foi preso. Ele tem antecedentes por roubo de veículos em 1996, furto agravado em 1998, assalto em 1998 e lesão corporal, também em 1998. 

Caminhonete apreendida pela Polícia Nacional com sequestradores (Foto: Divulgação)

Caminhonete apreendida pela Polícia Nacional com sequestradores (Foto: Divulgação) 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.