corona virus exemplo

Filho de Eliza Samudio é goleiro e aos 10 anos viaja de Campo Grande a SP para campeonato

Avó conta ao Midiamax que menino descobriu esporte com amigos e que, apesar do receio, ela respeitou decisão do garoto

19/11/2020 12h15
Por: Redação
Fonte: midiamax
91
Bruninho usa camiseta número 77 em homenagem ao treinador. (Foto: Divulgação/Arquivo da Família)
Bruninho usa camiseta número 77 em homenagem ao treinador. (Foto: Divulgação/Arquivo da Família)

Filho de Eliza Samudio e do goleiro Bruno, Bruninho mostra que já tem talento para o futebol com apenas 10 anos. O menino está com a avó em um campeonato que acontece no interior de São Paulo. A avó de Bruninho, Sônia de Fátima Moura, conta que Bruninho é uma criança muito alegre e que começou a se interessar pelo esporte por influência dos amigos. 

Sônia explica que teve receio, mas que respeitou a decisão do neto. “Não era o que eu queria, mas eu tô olhando por ele, o sonho dele. A maioria dos meninos tem esse sonho”.

A avó explica que o objetivo não é que o menino se torne um jogador profissional. Ela explica que apesar do interesse de alguns olheiros, não há pressão e o menino está descobrindo o esporte por enquanto. “Ele só tem 10 anos. Ele vai levar isso para a vida? Por ser que leve, pode ser que não, mas ele faz isso com muito amor e carinho, para ele é um prazer. Ele é uma criança leve, alegre”, conta. 

Bruninho começou no esporte com o karatê, mas aos poucos foi se interessando pelo futebol e joga na posição de goleiro. Com apenas 10 anos, ele tem talento e já garantiu uma bolsa integral em escola particular. Em uma conversa com a psicóloga Renata Gouvêa, Bruninho contou sobre a conquista e afirma que valoriza muito os estudos. 

“Eu falei que um dia vou conseguir estudar em uma escola boa, uma coisa que eu consegui. Eu consegui uma bolsa de 100% na escola. A escola é muito boa”, disse o menino. 

Bruninho já jogou campeonatos pela escola e está em São Paulo para uma competição. A avó conta que ele iria jogar a Copa da Juventude, mas a pandemia acabou adiando as competições. “Por conta desse problema da Covid-19, não teve. Agora que estão surgindo as competições”.

Mais de 10 anos após o crime, o estigma do caso ainda recai sobre a família, mas a avó de Bruninho ressalta que ele é um menino muito feliz. “Eu gostaria que esse estigma saísse. Ele tem um lado divertido, é uma criança alegre, que conhece a palavra, o que tem que fazer, como respeitar o ser humano. É isso que eu tento passar para ele”.

‘Bruninho é filho da Eliza’

Filho de Eliza Samudio é goleiro e aos 10 anos viaja de Campo Grande a SP para campeonato

Bruninho observa a foto da mãe. (Foto: Divulgação/Arquivo da Família)

Sônia conta que situação da pensão do menino está na Justiça. Ela conta que já deu material genético para exames de DNA em 2010, mas na época Bruno não quis fazer o teste. “Da minha parte, nunca houve recusa. Isso é com a Justiça, o Bruninho já tem o nome do Bruno na certidão, a Justiça reconheceu quando ele falou que era pai nas audiências.

Durante entrevista, Sônia frisa que Bruninho é filho de Eliza e que Bruno nunca quis ser um pai presente. Ela explica que nunca teve apoio financeiro e que só conseguiu levar o neto para São Paulo com a ajuda de amigos. 

“Ele é filho da Eliza. O Bruno nunca quis ser pai, nem presente, nem ausente. Em momento nenhum, ele é só pai biológico”.

Em uma entrevista com psicóloga, Bruninho falou brevemente sobre a tragédia que envolveu a morte de sua mãe. “Minha mãe [Eliza] está no céu e nunca vai sair do meu coração, nem minha mãe Soninha, principalmente”, disse o menino.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.