BANNER NOTA MS PREMIADA

MS atinge marca de 100 mil infectados e tem 1.780 mortes por coronavírus

Campo Grande está com 97% de lotação de leitos clínicos e de UTI

01/12/2020 15h12
Por: Redação
Fonte: midiamax
97

Mato Grosso do Sul já soma 100.151 casos confirmados de Covid-19, com 1.090 novos registros nesta terça-feira (1). Foram registradas mais 11 mortes, totalizando 1.780 óbitos causados pela doença, conforme o boletim epidemiológico do novo coronavírus, apresentado diariamente pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

As novas mortes foram registradas em Campo Grande (5), Dourados (2), Maracaju (1), Corumbá (1) e Aquidauana (2). A SES também destacou que MS já contabiliza um total de 381.811 casos notificados, dos quais 273.477 foram descartados. Há 2.491 testes em análise no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) e 5.692  casos sem encerramento pelos municípios.

Os novos casos de hoje trazem Campo Grande à frente, com 471 novos casos, seguida por Dourados (120), Corumbá (36), Maracaju (36), São Gabriel do Oeste (28), Três Lagoas (28), Naviraí (25), Amambai (24).

Em relação às internações, MS tem 456 pacientes internados. Destes 254 estão em leitos clínicos (127 públicos e 127 privados) e 202 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), dos quais 123 estão em leitos públicos e 79 em privados.

A taxa de ocupação de leitos de UTI públicos global nas 4 macrorregiões de MS é de: 97% em Campo Grande, 55% em Dourados, 60% em Três Lagoas e 84% em Corumbá.

Municípios devem seguir orientação do Prosseguir

Com o aumento exponencial dos números de casos e internações, o secretário Geraldo Resende afirma que somente com os municípios seguindo à risca as medidas restritivas orientadas pelo Programa Prosseguir será possível conter o avanço do coronavírus.

“É preciso que tenhamos medidas restritivas, toque de recolher mais extenso e que as atividades não-essenciais deixem de serem feitas sob pena de termos o colapso na Saúde Pública do Estado. Precisamos de medidas restritivas, de acordo com aquilo que nós construímos ao longo deste enfrentamento com o Programa Prosseguir”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.