Banner MAIS SOCIAL (EM ANEXO)
Banner MS CRESCE MUNICÍPIOS 1

Em ação anticontrabando, Receita e PF apreenderam cargas de Heineken e Corona

Também foram encontrados armazenados nos endereços alvos de mandados de busca lotes de refrigerante e carvão

04/05/2021 10h10
Por: Redação
Fonte: campograndenews
207
Carga de cervejas Corona contrabandeada foi encontrada em um dos endereços alvo da operação (Foto: Receita Federal/Divulgação)
Carga de cervejas Corona contrabandeada foi encontrada em um dos endereços alvo da operação (Foto: Receita Federal/Divulgação)

Em operação contra contrabandistas e esquema de sonegação fiscal em Mato Grosso do Sul, equipes da Receita Federal e Polícia Federal apreenderam cargas ilegais de cervejas que fazem sucesso no Brasil, como Heineken e Corona. Também foram encontrados armazenados nos endereços alvos de mandados de busca lotes da Conti, Munich Beer, Amistel, de refrigerante e até de carvão, todos contrabandeados do Paraguai.

Nesta manhã, policiais federais chegaram à sede da Superintendência da Polícia Federal em Campo Grande carregando malotes contendo, provavelmente, material apreendido para as investigações.

Refrigerantes e carvão também estavam em depósitos onde policiais federais e agentes da Receita estiveram (Foto: Receita Federal/Divulgação)

Refrigerantes e carvão também estavam em depósitos onde policiais federais e agentes da Receita estiveram (Foto: Receita Federal/Divulgação)

Batizada de Sabazius, a força-tarefa está nas ruas de Campo Grande e Ponta Porã, nesta terça-feira (4), para cumprir 6 mandados de busca e apreensão contra a quadrilha apontada como responsável por fraudes na obtenção de benefícios fiscais.

Conforme divulgado pela Receita, a organização criminosa exportava ou simulava a exportação de bebidas, especialmente cervejas, para conseguir isenções de impostos, mas depois, comercializava os produtos em território nacional.

Ao longo da investigação, também foram descobertas empresas e identificados operadores responsáveis pela emissão de notas fiscais para dar ar de legalidade às cargas contrabandeadas do Paraguai.

O esquema foi desvendado após a apreensão, em dezembro do ano passado, de grande carregamento de cerveja na BR-060. O lote destinado à exportação estava sendo trazido, na verdade, para Campo Grande.

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal da Capital. Sabazius, nome da operação, faz referência ao Deus da cevada, na mitologia grega.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.