Banner Sanesul - Institucional Setembro

Com destaque nacional, MS já dispõe da imunização completa de mais de 6 mil policiais

04/08/2021 07h08
Por: Redação
Fonte: Portal do MS
98

Com a vacinação contra Covid-19 em ritmo acelerado no Mato Grosso do Sul, cerca de 6,7 mil policiais já tiveram a imunização completa no Estado, ou seja, já receberam a segunda dose ou a dose única (Janssen). As forças de segurança entraram no grupo prioritário por se tratar de serviço essencial, de contato direto com a população.

Com destaque nacional, MS já dispõe da imunização completa de mais de 6 mil policiais

Neste grupo estão 3.996 policiais militares, 2.004 (policiais) civis, 298 policiais federais e 438 PRF (Policial Rodoviário Federal). Os dados constam no “Vacinômetro” da Secretaria Estadual de Saúde (SES), que divulga de forma atualizada a vacinação em Mato Grosso do Sul.

Levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em junho deste ano, colocou Mato Grosso do Sul no 1° lugar entre os estados que mais vacinaram policiais militares com a segunda dose no País de forma percentual, e na 2° posição em relação aos policiais civis.  

A vacinação dos integrantes das forças de segurança começou em abril no Estado. Entraram neste grupo os policiais militares, civis, federais e PRF, além dos bombeiros militares, agentes penitenciários, guardas municipais e agentes de trânsito.

Destaque nacional

Além do destaque na vacinação das forças de segurança, Mato Grosso do Sul segue nas primeiras colocações no ranking nacional de imunização entre os estados, tanto na primeira, como na segunda dose. Um dos fatores para este cenário positivo é a distribuição das doses em menos de 12 horas aos 79 municípios.

Com destaque nacional, MS já dispõe da imunização completa de mais de 6 mil policiais

Governador Reinaldo Azambuja durante discurso (Foto: Chico Ribeiro)

De acordo com os dados do Vacinômetro, já foram aplicadas 2.371.187 doses de vacina no Estado, sendo que 33,59% da população já está com a imunização completa (2° dose e dose única).

Se levar em conta a aplicação da primeira dose e a dose única já são 59,09% da população. Ao analisar o público acima de 18 anos, o Estado ultrapassa a marca de 80%.

Além dos investimentos na reestruturação das unidades de saúde e ampliação dos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), o governo do Estado desde o início da pandemia recomendou uma série de medidas de prevenção e restrição aos 79 municípios, por meio do programa “Prosseguir”.

O governador Reinaldo Azambuja convocou “mutirões” nos municípios para ampliar a vacinação e incentivou a população a tomar a primeira e segunda dose. “Quero fazer um chamamento à população sobre a importância de completar o ciclo de imunização, pois assim protege você, seus familiares e as pessoas próximas. Precisa completar o ciclo e assim contribuir para diminuir a incidência da doença”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.