Banner Sanesul - Institucional Setembro

Ambulância quebra e idoso é "abandonado" em maca na frente de hospital

O Hospital Universitário informou que não há vaga no PAM (Pronto Atendimento Médico)

13/09/2021 17h43
Por: Redação
Fonte: campograndenews
82
Maca para o lado de fora da recepção do Hospital Universitário. (Foto: Direto das Ruas)
Maca para o lado de fora da recepção do Hospital Universitário. (Foto: Direto das Ruas)

A cena de um idoso “abandonado” na porta do Hospital Universitário no PAM (Pronto Atendimento Médico), chamou a atenção de motoboy, de 28 anos, que enviou a imagem ao Campo Grande News. Segundo ele, o homem foi deixado por uma ambulância que veio do interior. Sem acompanhante por perto, no início da tarde, ele estava sozinho e pediu ajuda. “Ajudei ele a pegar água”, comentou o motoboy, que pediu para não ter o nome divulgado.

A reportagem procurou a assessoria do hospital para saber o motivo do paciente ser deixado daquela forma na porta da unidade, infomou que; "Nenhum paciente vem para o hospital sem que um colega repasse as informações para outros para que o mesmo seja aceito, com o devido registro ou documentação. Nenhum paciente fica “largado” no Humap, mesmo com a situação de Hiper lotação que temos enfrentando nos últimos 45 dias" a reportagem ressalta que o que aconteceu foi um problema mecânico com a ambulância e que o paciente ja havia sido atendido .

 Em nota, a assessoria da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou que “todos os pacientes que são regulados estão dentro do que é previsto em contrato com o hospital. Neste caso em específico, provavelmente é paciente que veio do interior sem passar pela regulação”.

No entanto, minutos depois da publicação da matéria, os próprios responsáveis pelo paciente contaram que o homem é interno de asilo de Jardim. Ele havia feito exames de tomografia pela manhã e já estava de saída, quando a ambulância quebrou e teve de ficar ali, a espera do retorno do veículo. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.