Sanesul Outubro

João de Deus é condenado a mais 44 anos de prisão por estupro em Abadiânia

25/11/2021 14h27
Por: Redação
Fonte: agenciabrasil
55

Nesta quinta-feira (25), o juiz Marcos Boechat, da comarca de Abadiânia, condenou  João Teixeira de Faria, mais conhecido como João de Deus, a mais 44 anos e seis meses de prisão, em regime fechado, por quatro crimes de estupro, sendo dois deles estrupo de vulnerável.

A denúncia pedia a condenação médium das celebridades pelos crimes contra cinco mulheres. Porém, em um dos casos, o réu não foi considerado culpado por falta de provas.

 A Justiça de Goiânia fixou indenizações por danos morais às vítimas em valores que variam de R$ 20 mil  a R$ 75 mil. João de Deus poderá recorrer da sentença. Hoje, ele está em prisão domiciliar que foi decretada em outro processo.

João de Deus sempre negou todas as acusações de crimes sexuais. A defesa do condenado disse que ainda não foi intimada, não sabendo ainda o teor da condenação.

Condenações de João de Deus

 por posse ilegal de arma de fogo, pena de 4 anos em regime semiaberto, novembro de 2019;

  • por crimes sexuais cometidos contra quatro mulheres, condenado a 19 anos em regime fechado, em dezembro de 2019;
  • por crimes sexuais cometidos contra cinco mulheres, sentenciado a 40 anos em regime fechado, em janeiro de 2020;
  • por violação sexual mediante fraude, a dois anos e meio de reclusão, que podem ser cumpridos em regime aberto, em maio de 2021;
  • por estupro e estupro de vulnerável contra quatro mulheres, a 44 anos de prisão.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.