: Entregas 2021 Sanesul Governo

Ministro detona Lula sobre reforma trabalhista: “Dinheiro pra sindicato, whisky e cachaça”; VEJA VÍDEO

13/01/2022 14h33
Por: Redação
Fonte: terrabrasilnoticias
81

“Quem sempre viveu do suor dos outros, não tá preocupado com empregos. O que o sujeito quer é a volta da “teta” pra pelegada que era paga pra aplaudir as bobagens dele enquanto saqueavam o Brasil e empilhavam mentiras.”

Com este tuíte, o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, divulgou trecho de entrevista concedida ao jornalista José Luiz Datena, em que analisa a promessa feita pela ex-presidiário Lula, de revogar a reforma trabalhista realizada durante o governo Temer e aperfeiçoada na gestão de Jair Bolsonaro, caso seja eleito para o Palácio do Planalto.

Onyx fez uma comparação do nível de emprego, antes e depois das novas regras:

“A presidente Dilma governava, sem a pandemia, e nos dois últimos anos do governo dela, dois milhões e meio de empregos foram destruídos. No meio de uma pandemia, terminamos perto Natal, com dados do Caged, com dois milhões novecentos e noventa e dos mil empregos gerados com carteira assinada. Fruto de coisas que começaram em 2019, a simplificação, a desburocratização, a digitalização do governo, melhorando o ambiente de negócios”.

O ministro, entretanto, ressaltou o real motivo pelo qual Lula que a volta da ‘antiga lei”. As informações são do Jornal da Cidade Online.

“O problema da revisão trabalhista que o Lula fala é o imposto sindical. Ele não esta preocupado com a questão da empregabilidade das pessoas, mas com a manutenção da estrutura que os levou ao poder. Estão desesperados porque a teta secou. O problema do Lula é que ele sempre viveu do trabalho e do suor dos outros. Ele pegava o dinheiro do imposto e vivia tomando whisky, cachaça e o dinheiro vinha do trabalhador que suava lá na fábrica. Ele nunca gostou de trabalhar”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.