: Entregas 2021 Sanesul Governo

Com dinheiro da conta de luz, famílias vão comprar alimentos e remédios

Famílias foram beneficiadas pelo programa "Conta de Luz Zero" do Governo do Estado

14/01/2022 17h43
Por: Redação
Fonte: campograndenews
191

Beneficiadas pelo programa "Conta de Luz Zero", do governo estadual, as famílias de Campo Grande estão aproveitando a "sobra" no orçamento para comprar alimentos e remédios. Ao todo, são 152 mil que terão a fatura de energia paga pelo Estado.

Sofrendo de diabetes e com o marido com sequelas de um acidente, Maria José Esteca Chaves, moradora do Bairro Leon Denizart Conte, está sem emprego há três anos e o benefício venho em boa hora.

“Vai me ajudar a compra os remédios e a comprar mistura, uma carne. Aqui em casa a gente consome mais frango e ovos por causa do preço alto da carne”, disse Maria José.

Sem saber ler, Maria de Fátima Lopes, 62 anos, foi surpreendida pela fatura zerada. Moradora do Bairro Jardim Noroeste e cuidando de um irmão doente, ela tenta conseguir a aposentadoria vive de doações e pequenos serviços, como cuidar de crianças, para poder sobreviver.

“Preciso muito.  Só tenho Deus na minha vida! Não tenho filho para me ajudar, ninguém! Em casa está faltando arroz, feijão, óleo. Se não fosse essa ajuda do governo, não sei como seria”, contou emocionada.

Com dinheiro da conta de luz, famílias vão comprar alimentos e remédios - Capital - Campo Grande News

Elisangela vai usar dinheiro para completar orçamento familiar (Foto: Edemir Rodrigues | Governo de MS)

Também moradora do Jardim Noroeste, Elisangela Ribeiro, 35 anos, chegou a parcelar a fatura de energia anterior por não ter dinheiro para pagar. Apenas com o marido trabalhando em casa, ela agora conta com R$ 100 a mais no orçamento da família.

 “Está sendo bem difícil, só com o meu esposo trabalhando, e graças a Deus fomos contemplados com esses dois programas”, disse, referindo-se aos programas sociais "Mais Social) e “Energia Social – Conta de Luz Zero”.

Energia Social - O programa lançado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB), ainda em 2021, inclui casas que consome até 220 kWh por mês, tendo uma faixa em torno de R$ 118 e contempla 152 mil famílias em todo Mato Grosso do Sul.

"Existe uma camada grande de pessoas que empobreceram na pandemia, e estamos cumprindo nosso papel de prestar assistência a essas famílias mais vulneráveis, pagando as contas de luz, 100% custeadas pelo Governo do Estado, tanto a energia quanto os tributos PIS, Cofins e Cosip”, disse Reinaldo.

Vale lembrar que, para serem contempladas as famílias devem estar inscritas no Cadastro Único do Governo Federal e já serem beneficiadas com a “Tarifa Social”. As famílias contempladas não precisarão pagar a tarifa de energia elétrica pelos próximos 14 meses e a medida por ser estendida pelo mesmo período.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.