LEI DO PANTANAL - ASSEMBLEIA - junho e julho

Linguagem neutra é “imposição ideológica de imbecis”, diz Cíntia Chagas no CPAC

08/07/2024 11h02
Por: Redação
Fonte: Gazeta do Povo
| Foto: Reprodução/ Youtube
| Foto: Reprodução/ Youtube

A influenciadora e professora de português Cíntia Chagas participou do CPAC em Balneário Camboriú no último fim de semana, destacando o poder da linguagem e sua instrumentalização pela ideologia dominante.
Segundo ela, as transformações linguísticas ocorrem gradual e naturalmente, diferente da tentativa de imposição da linguagem “neutra”. “As mudanças no nosso idioma ocorrem de modo paulatino, de modo natural, e não por uma imposição ideológica de imbecis”, declarou.

Ela sugeriu usar a técnica de "dar razão para depois tirar a razão" do grupo que defende a linguagem “sem gênero”. Como exemplo, ela disse para a audiência dar razão ao interlocutor quando ele diz que a língua é viva, mas refutar a tentativa de impor uma alteração que não é orgânica. “Ninguém saiu por aí com uma placa dizendo ‘quero falar você, pelo fim de vosmicê’”, explicou a professora.

Cíntia encerrou sua participação com um alerta sobre a manipulação da linguagem: “Primeiro eles mudam o que nós falamos, depois eles mudam o que nós pensamos e, por fim, eles mudam o que nós fazemos”.

Casada com o deputado estadual por São Paulo Lucas Bove (PL-SP), ela é reconhecida por sua didática ao ensinar a língua portuguesa. Utilizando os vídeos do Instagram, ela responde às perguntas de seus seguidores, rejeitando o “politicamente correto” e promovendo um ensino pautado no respeito às normas tradicionais do idioma.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.