LEI DO PANTANAL - ASSEMBLEIA - junho e julho

Condenado à morte, rapaz é torturado e escapa do "tribunal do crime"

Vítima foi espancada por várias horas e colocada em porta-malas de carro, quando conseguiu escapar

09/07/2024 08h55
Por: Redação
Fonte: Campo Grande News
Polícia Militar no local onde homem foi torturado. (Foto: Sidrolândia News)
Polícia Militar no local onde homem foi torturado. (Foto: Sidrolândia News)

Após ser torturado por dois homens e condenado à morte pelo "tribunal do crime", tipo de julgamento realizado por facções criminosas para aqueles que descumprem regras, um rapaz conseguiu escapar na noite desta segunda-feira (8), em Sidrolândia, cidade distante cerca de 71 quilômetros de Campo Grande.

O rapaz estava sendo acusado de delatar uma boca de fumo, o que causou prejuízos aos traficantes. Então, segundo o rapaz, um homem identificado como “Goiano” o atraiu até uma residência. Quando chegou, foi levado para outro local, onde estava uma mulher e outro homem que conhece por Luiz.

Os dois homens iniciaram sessão de tortura, desferindo várias coronhadas com uma arma de fogo. Logo em seguida, a mulher realizou chamada de vídeo com outra pessoa, que estava presa em uma penitenciária de Campo Grande. Durante a chamada, a vítima foi submetida a um "tribunal do crime" e condenada a morte.

Em seguida, os suspeitos amarraram mãos e pés, também tamparam a boca da vítima. O rapaz foi colocado no porta-malas de um Corsa Sedan preto. No caminho para um local ermo e afastado, a vítima conseguiu se desamarrar. Quando os criminosos abriram o porta-malas, ele escapou e correu pelo mato, buscando refúgio em uma empresa de reciclagem nas proximidades.

Lá, pediu para os funcionários ligarem para a Polícia Militar, que o levou ao hospital. A PM fez rondas, mas não localizou os suspeitos. O caso segue em investigação pela Polícia Civil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.